Produção de Medicamentos

Planejamento e Controle da Produção


É o departamento que permite a continuidade dos processos produtivos na indústria. Controla a atividade de decidir sobre o melhor emprego dos recursos de produção, assegurando, assim, a execução do que foi previsto no tempo e quantidade certa e com os recursos corretos.





Em resumo, o PCP (Programação e Controle de Produção) ou também conhecido como PPCP (Planejamento, Programação e Controle da Produção) trata dados de diversas áreas, transforma-os em informações, suporta à produção para que o produto seja entregue na data e quantidade solicitada.

Podemos dizer que o PCP estará pronto quando forem respondidas as seguintes questões:

1° O que produzir?

2° Quanto produzir?

3° Onde produzir?

4° Como produzir?

5° Quando produzir?

6° Com o que produzir?

7° Com quem produzir?

A partir da configuração do processo de produção, o PCP irá criar uma carta mapa, documento denominado PMP (Plano Mestre de Produção) que é a diretriz de produção.





Pesquisa Clínica e Desenvolvimento de Produtos




Clique aqui para obter informações sobre Pesquisas de Medicamentos







Mantém contato com o SAC e investiga as reações adversas, efeitos colaterais e interações medicamentosas relatados. Atualizam as informações das bulas após o registro ser atualizado.




Assuntos Regulatórios e Registros


É o ponto de contato entre a empresa e a Agência Reguladora (ANVISA).





Seus principais objetivos são:

- Garantir o registro dos produtos farmacêuticos assegurando a viabilidade de sua comercialização com qualidade e segurança;

- Manter licenças e certificações nacionais e internacionais necessárias ao funcionamento da empresa;

- Estar em conformidade com a legislação vigente.

Mantém muito contato com a Garantia da Qualidade e Controle da Qualidade.



Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)


É o departamento responsável por receber as reclamações dos clientes.




Todas as reclamações são registradas, documentadas e encaminhadas para a investigação de outros departamentos.

As reclamações podem ou não ser acompanhadas pela amostra (o ideal é que o consumidor mande a amostra).






As reclamações referentes a efeitos colaterais e reações adversas são encaminhadas às áreas de Pesquisas e Controle de Qualidade.

As reclamações quanto à parte física do produto são encaminhadas para os departamentos relacionados (com o suporte da Garantia da Qualidade).

Após as investigações, as reclamações são classificadas como procedentes ou improcedentes.

Quando as reclamações são procedentes, são tomadas atitudes para corrigir os problemas do produto (por exemplo, embalagem furada, tampa quebrada etc.). São registrados documentos chamados Desvio de Qualidade onde se relata o problema ocorrido, as medidas para corrigi-lo e os prazos.

Quando o problema é muito grave e põe em risco a população deve ser feito o RECALL, que é o recolhimento dos lotes de produto comprometidos do mercado e o aviso da população por meio de alertas nos meios de comunicação (rádio, tv, jornais, etc.).



O SAC também tira as dúvidas e orienta a população quanto ao uso correto dos medicamentos.

É muito importante tomar o medicamento nos horários prescritos e utilizá-los conforme instruído na bula.




Marketing e Inovação


Marketing farmacêutico é o negócio de publicidade que promove a venda de produtos farmacêuticos. Muitos países têm em vigor medidas para limitar a publicidade de empresas farmacêuticas.

O ideal é que se faça propagandas de medicamentos apenas para os profissionais da saúde.

Para a população as informações devem ser sobre orientações de saúde e prevenção de doenças.

Muito tem se discutido sobre a ética no mercado e as empresas socialmente responsáveis têm se posicionado com a estratégia do Oceano Azul: reinventaram seus setores, criando valor único para seus clientes e, conseqüentemente, valor sustentável para seus acionistas, empregados, fornecedores e para a sociedade.

Já o Oceano Vermelho é a concorrência desleal, que influencia prescrições de forma anti-ética.




Empresas socialmente responsáveis orientam a população, se preocupam com o meio ambiente e com a sociedade, têm foco no desenvolvimento sustentável, possuem transparência e ética em seus atos.


A inovação é a capacidade de se reinventar e é fundamental para a existência e sobrevivência da indústria.

Se reinventar de forma responsável, ética e competitiva.

Incentivar a inteligência de mercado, estar ciente das expectativas dos clientes e dos profissionais de saúde.




Força de Vendas


Os propagandistas são os responsáveis pela divulgação dos medicamentos nos consultórios médicos. Eles têm a missão de apresentar para o médico as inovações e passar todas as informações do produto, as vantagens, as atualizações, os benefícios, as campanhas, as pesquisas etc.



São o elo entre a indústria e o profissional da saúde.

Os médicos estão sempre se atualizando com cursos e congressos. Os médicos ajudam muito a Indústria Farmacêutica: eles informam reações adversas e efeitos colaterais dos pacientes que acompanham.





Tecnologia da Informação


A Tecnologia da Informação (TI) pode ser definida como um conjunto de todas as atividades e soluções providas por recursos de computação.




A TI não se restringe a equipamentos (hardware), programas (software) e comunicação de dados. Existem tecnologias relativas ao planejamento de informática, ao desenvolvimento de sistemas, ao suporte ao software, aos processos de produção e operação, ao suporte de hardware, etc.

Pequenas, médias e grandes empresas dependem dela para alcançar maior produtividade e competitividade.



Gestão de Recursos Humanos


Gestão de Recursos Humanos tem por finalidade selecionar, gerir e nortear os colaboradores na direção dos objetivos e metas da empresa.

É chamado recursos humanos ao conjunto dos colaboradores de uma organização.



O objetivo básico da função de Gestão de Recursos Humanos é alinhar as políticas de RH com a estratégia da organização.


Voltar para Mapa de Departamentos



Juliana Fonseca - Contato: contato@jfpharma.com.br - ano 2010




* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Painel de Propagandas